Concurso Ministério da Saúde – Requisitos e lotação das 743 vagas

Data da Postagem:30/10/2014 s 7:12 Tags:

O Ministério da Saúde (MS) está com as inscrições abertas no concurso público para o provimento de 743 vagas de nível médio, técnico e superior para cargos da Carreira de Ciência e Tecnologia. Remuneração de até R$ 13.755,75. Confira abaixo os requisitos, a lotação e a quantidade de vagas de cada cargo.

Das 743 vagas, 80 são para Secretária de Atenção à Saúde (SAS), 64 para Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE), 41 para Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) e 558 vagas para o Instituto Nacional de Câncer (INCA). O salário vai de R$ 2.205,20 a R$ 6.648,15, além das gratificações por título de especialização, mestrado ou doutorado, podendo chegar a R$ 13.755,75.

Quadro de requisitos, lotação e quantidade de vagas

INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER – INCA

– CARRREIRA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E INFRAESTRUTURA

Nível médio

Cargo ASSISTENTE EM C&T T – I. Remuneração R$ 2.205,20 a R$ 4.628,00.
Área de Atuação Requisitos Lotação Vagas *
Apoio Técnico Administrativo Nível médio concluído. E 1 ano em atividades técnico-administrativas. Rio de Janeiro 24 (AC) 6 (NE) 2 (PCD)

*AC = ampla concorrência, NE = negros, PCD = pessoas com deficiência

Nível superior

Área de Atuação Requisitos Lotação Vagas*
Cargo ANALISTA EM C&T SÊNIOR H – I. Remuneração de R$ 6.648,15 a R$ 13.755,75.
Desenvolvimento Institucional Graduação de nível superior em Ciências Humanas ou Ciências daSaúde. Ter o título de Doutor e, ainda, ter realizado durante pelo menos 6 (seis) anos, após a obtenção de tal título, atividades de gestão, planejamento e infraestrutura em Ciência e Tecnologia, ou ter realizado, após obtenção do grau de Mestre, atividades de gestão, planejamento ou infraestrutura em Ciência e Tecnologia durante, pelo menos, 11 anos, ou ter realizado durante, pelo menos, 14 anos, atividades de gestão, planejamento e infraestrutura em Ciência e Tecnologia em habilitação correspondente. Rio de Janeiro 2 (AC)
Tecnologia da Informação – Gestão em Desenvolvimento de Sistemas Ter o título de Doutor em Tecnologia da Informação e ter realizado por 6 anos, após a obtenção de tal título, atividades na gestão e implementação de sistemas na área da saúde; ou, ter realizado após a obtenção do grau de mestre em Tecnologia da Informação, 11 anos de atividades na gestão e implementação de sistemas na área de saúde , ou 14 anos de experiência na gestão e implementação de sistemas na área de saúde. Rio de Janeiro 7 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Cargo ANALISTA EM C&T PLENO K – I. Remuneração: R$ 4.544,05 a R$ 9,501,05.
Administração Pública Graduação de nível superior em Administração. Título de Mestre na área de atuação/correlata ou ter, pelo o menos, 3 anos de experiência na área. Rio de Janeiro 2 (AC)
Gerenciamento de Dados de Pesquisa em Câncer Graduação de nível superior em Ciências da Saúde ou correlata. Título de Mestre na área da saúde ou ter, pelo menos, 3 anos de experiência em epidemiologia e/ou análise debanco de dados de pesquisa. Rio de Janeiro 2 (AC)
Cooperação Internacional Nível superior em Ciências Humanas ou Ciências Aplicadas. Título de Mestre na área a que concorre ou da saúde ou ter, pelo menos, 3 anos de experiência na área de atuação. Rio de Janeiro 2 (AC)
Desenvolvimento Institucional Nível superior em qualquer área. Titulo de Mestre ou 3  anos na área de atuação/correlata. Rio de Janeiro 7 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Engenharia Clínica Nível superior em Engenharia ou Tecnólogo em áreas correlatas. Titulo de Mestre em Engenharia Biomédica ou ter 3 anos de experiência em Gestão e Manutenção de Equipamentos Médicos em unidades assistenciais de saúde. Rio de Janeiro 3 (AC)
1 (NE)
Engenharia de Infraestrutura – Arquitetura Nível superior em Arquitetura. Certificação de Curso de Auto-Cad e MS-Project. E, Titulo de Mestre em Arquitetura Hospitalar ou 3 anos em desenvolvimento de projetos de arquitetura hospitalar. Rio de Janeiro 1 (AC)
Engenharia de Infraestrutura – Engenharia Mecânica Nível superior em Engenharia Mecânica. Titulo de Mestre em Engenharia Mecânica ou ter 3 anos de em Gestão e Manutenção de Sistema de Climatização (AVAC). Rio de Janeiro 2 (AC)
Tecnologia da Informação – Recursos Tecnológicos Nível superior em Tecnologia da Informação (TI) ou área correlata. Título de Mestre em TI ou ter 3 anos em gestão e implementação de infraestrutura de TI na área de saúde. Rio de Janeiro 3 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Cargo ANALISTA EM C&T JUNIOR L – I. Remuneração R$ 4.004, 56 a R$ 8.405,16.
Administração Hospitalar Nível superior em Administração, Gestão ou Administração Hospitalar, Administração Pública,Economia, Matemática ou Estatística, ou área correlata. Rio de Janeiro 7 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Administração Pública Nível superior em Administração ou Administração Pública ou Direito Rio de Janeiro 9 (AC)
3 (NE)
1 (PCD)
Desenho Industrial ou Comunicação Visual Graduação de nível superior em Desenho Industrial ou Tecnólogo em Design Gráfico. Rio de Janeiro 1 (AC)
Engenharia de Infraestrutura – Engenharia Civil Nível superior em Engenharia Civil. Registro no órgão de classe. Certificação em Especialização em Manutenção Predial Hospitalar. Rio de Janeiro 2 (AC)
Gestão de Projetos em Pesquisa e Prevenção deCâncer Nível superior em qualquer área com registro profissional no órgão de classe competente. Curso de especialização ou Titulo de Especialista na área de atuação ou correlata. Rio de Janeiro 5 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Jornalismo Nível superior em comunicação social – jornalismo.  Registro no órgão de classe. Rio de Janeiro 1 (AC)
Publicidade e Propaganda Nível superior em comunicação social, com habilitação em publicidade e propaganda. Rio de Janeiro 1 (AC)
Relações Públicas Nível superior em comunicação social – relações públicas. Registro no órgão de classe. Rio de Janeiro 1 (AC)

*AC = ampla concorrência, NE = negros, PCD = pessoas com deficiência

 

– CARREIRA DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

Nível médio/técnico

Área de Atuação Requisitos Lotação Vagas*
Cargo TÉCNICO N-I (APOIO TÉCNICO). Remuneração de R$ 2.725,81 a R$5.678,41.
Técnico de Hemoterapia Nível médio técnico em laboratório ou técnico de hemoterapia. E 6 anos de experiência comprovada em Hemoterapia. Rio de Janeiro 5 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Cargo TÉCNICO O-I (APOIO TÉCNICO). Remuneração R$ 2.205,20 a R$ 4.628,00.
Técnico de Radioterapia Nível médio técnico em Radiologia e Especialização em Radioterapia (carga horária mínima de 1.600 horas. Ter  1 ano na execução de tarefas inerentes ao cargo. Rio de Janeiro 14 (AC)
4 (NE)
1 (PCD)
Técnico – Análise Clínica Nível médio Técnico em Laboratório. Rio de Janeiro 3 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Técnico – Prótese Dentária Nível médio técnico em Prótese Dentária e registro no órgão de classe competente. Rio de Janeiro 1 (AC)
Técnico – Prova Funcional Respiratória Certificado de técnico em espirometria pela SBPT.  Ter 1 ano, no mínimo, de experiência. Rio de Janeiro 1 (AC)
Anatomia Patológico Nível médio técnico em laboratório ou técnico em diagnóstico. Rio de Janeiro 8 (AC)
2 (NE)
1 (PCD
Citotécnico Nível médio técnico em laboratório. Especialização ou Qualificação ou Formação em Citopatologia. Rio de Janeiro 7 (AC)
2 (NE
1 (PCD)
Técnico de Laboratório Imunogenética Nível médio Técnico em Laboratório. Experiência mínima de 1 ano na execução de tarefas inerentes a classe. Rio de Janeiro 1 (AC)
Técnico de Radiologia Nível médio técnico em Radiologia. Rio de Janeiro 3 (AC)
1 (NE)
Técnico Farmácia Hospitalar Nível Médio Completo. Ter 1 ano, no mínimo, de experiência comprovada na área de atuação ou correlata. Rio de Janeiro 2 (AC)
Cargo TÉCNICO O-I (ENFERMAGEM). Remuneração R$ 2.205,20 a R$ 4.628,00.
Técnico Enfermagem – Centro Cirúrgico e Central de Material Esterilizado Nível médio em técnico de enfermagem. Registro no COREN. Curso de instrumentação cirúrgica. E , pelo menos, 1 ano de experiência na área a que concorre. Rio de Janeiro 13 (AC)
4 (NE)
1 (PCD)
Técnico Enfermagem – CTI Adulto Nível médio em técnico de enfermagem. Registro no COREN e ter, pelo menos, 1 ano de experiência comprovada na área a que concorre. Rio de Janeiro 6 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Técnico Enfermagem – CTI Pediátrico Nível médio em técnico de enfermagem. Registro profissional no COREN e 1 ano de experiência  em Terapia Intensiva Pediátrica. Rio de Janeiro 4 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Técnico Enfermagem Oncologia Nível médio em técnico de enfermagem, registro profissional no COREN e 1 ano de experiência na área a que concorre. Rio de Janeiro 44 (AC)
12 (NE)
3 (PCD)
Técnico Enfermagem Pediatria – Informação em Saúde e Registro de Câncer Nível médio em técnico de enfermagem, registro profissional no COREN e ter, pelo menos 1 ano de experiência comprovada em Pediatria. Rio de Janeiro 13 (AC)
3 (NE)
1 (PCD)
Cargo TÉCNICO N-I (EDUCAÇÃO, PREVENÇÃO E PESQUISA).
Remuneração de R$ 2.725,81 a R$5.678,41.
Informação em Saúde e Registro de Câncer Nível Médio Completo e Curso Técnico de Especialização Técnica em Informações em Saúde e Registro de Câncer ou Especialização Técnica de Nível Médio em Vigilância Epidemiológica. E pelo menos, 6 anos de execução de tarefas inerentes á área de Informação em Saúde e Registro de Câncer. Rio de Janeiro 1 (AC)
Cargo TÉCNICO O-I (EDUCAÇÃO, PREVENÇÃO E PESQUISA).Remuneração R$ 2.205,20 a R$ 4.628,00.
Controle de Qualidade em Radiação Ionizante Nível Médio Completo ou Certificado de conclusão de curso de Educação Profissional Técnica Nível Médio Completo em eletrônica ou certificado de curso Nível Médio Completo e Curso Técnico de eletrônica. Ter 1 ano, no mínimo, de experiência na área de atuação ou correlata. Rio de Janeiro 1 (AC)
Criação de Animais de Laboratório Nível médio, curso de capacitação na área de manejo e fisiologia de animais de laboratório,Certificado nível Médio Completo ou Certificado de conclusão de curso de Educação Profissional Técnica Nível Médio Completo em área biomédica (antigo segundo grau profissionalizante) ou certificado de curso Nível Médio Completo e Curso Técnico na área biomédica. Ter 1 ano, no mínimo, de experiência com manejo de camundongos  SPF, isogênicos e transgênicos. Rio de Janeiro 2  (AC)
1 (NE)

Nível superior

Área de Atuação Requisitos Lotação Vagas**
Cargo TECNOLOGISTA SÊNIOR – H – I (APOIO TÉCNICO).Remuneração de R$ 6.648,15 a R$ 13.755,75
Biólogo ou Biomédico Graduação de nível superior em Biologia ou Biomedicina. Registro no órgão de classe. Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações contínuas de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Doutorado na área de Ciências Biológicas e 6 anos nas áreas de biologia celular e molecular em laboratório de apoio ao transplante de medula óssea, em desenvolvimento de projetos científicos e captação de recursos; ou Mestrado na área de Ciências Biológicas e 11 anos nas áreas de biologia celular e molecular em laboratório de apoio ao transplante de medula óssea, em desenvolvimento de projetos científicos e captação de recursos; ou 14 anos nas áreas de biologia celular e molecular em laboratório de apoio ao transplante de medula óssea, em desenvolvimento de projeto; Rio de Janeiro 1 (AC)
Biólogo ou Biomédico – Imunogenética Aplicada aotransplante De Medula Óssea Graduação de nível superior em Biologia ou Biomedicina com especialização em Imunogenética. Registro no órgão de classe. Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações contínuas de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Doutorado em Biologia Celular e Molecular com ênfase em Imunogenética e experiência de 6 anos em Imunogenética aplicada ao transplante de medula óssea realizada num laboratório de histocompatibilidade credenciado para o transplante de medula óssea ou Mestrado em Biologia Celular e Molecular com ênfase em Imunogenética e 11 anos em Imunogenética aplicada ao transplante de medula óssea realizada num laboratório de histocompatibilidade credenciado para o transplante de medula óssea ou 14 anos em Imunogenética aplicada ao transplante de medula óssea realizada num laboratório de histocompatibilidade credenciado para o transplante de medula óssea. Rio de Janeiro 2 (AC)
Cargo TECNOLOGISTA PLENO – K – I (APOIO TÉCNICO).
Remuneração: R$  4.544,05 a R$ 9,501,05.
Biólogo ou Biomédico – Biologia Molecular aplicada ao Transplante de Medula Óssea Graduação de nível superior em Biologia ou Biomedicina. Título de Mestre em Biologia com ênfase em Biologia Molecular aplicada ao Transplante de Medula Óssea ou ter3 anos de experiência em biologia molecular aplicada ao transplante de medula óssea realizada numa Unidade de Transplante de Medula Óssea. Rio de Janeiro 1 (AC)
Farmácia em Oncologia Graduação de nível superior em Farmácia. Registro profissional no órgão de classe competente. Titulo de Mestre em Ciências Farmacêuticas ou áreas afins ou ter 3 anos na área de atuação ou correlata. Rio de Janeiro 5 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Fisioterapia Graduação de nível superior em Fisioterapia. Registro no órgão de classe competente.Especialização em pneumofuncional ou em oncologia ou em Fisioterapia Hospitalar ou Título de Especialista na área de Oncologia ou Pneumofuncional ou em área correlata e 3 anos na área de atuação ou correlata ou Titulo de Mestre emCiência de Reabilitação ou em área correlata. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Nutrição Clínica Nível superior em Nutrição. Registro no órgão de classe competente. Titulo de Mestre em Nutrição ou Saúde Coletiva ou Saúde Pública ou Ciências Sociais ou Ciências Sociais Aplicadas ou ter 3 anos de experiência em nutrição clínica ou políticas e programas de nutrição e saúde pública ou segurança alimentar e nutricional. Rio de Janeiro 2 (AC)
Nutrição em Produção Nível superior em Nutrição. Registro no órgão de classe competente. Titulo de Mestre em Nutrição na área de Produção ou ter, pelo menos, 3 anos de experiência comprovada na área de Produção. Rio de Janeiro 3 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Psicologia em Oncologia Nível superior em psicologia. Registro no órgão de classe competente e Residência Multiprofissional ou Especialização em Psicologia Oncológica. Titulo de Mestre na área de psicologia ou ter 3 anos na área de atuação ou correlata. Ter participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 1 (AC)
Serviço Social Nível superior em Serviço Social. Registro no órgão de classe competente. Titulo de Mestre emServiço Social ou Saúde ou Políticas Sociais ou 3 anos de experiência comprovada na área de atuação. Rio de Janeiro 5 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Cargo  TECNOLOGISTA JUNIOR – L-I (APOIO TÉCNICO).
Remuneração R$ 4.004, 56 a R$ 8.405,16.
Biologia ou Biomedicina ou Farmácia ou Farmacologia Bioquímica Especialidade: Análises Clínicas
Graduação de nível superior em Biologia, ou Biomedicina, ou Farmácia, ou Farmácia-Bioquímica, e registro no órgão de classe competente.
Rio de Janeiro 2 (AC)
Especialidade: Anatomia Patológica e BiobancosGraduação de nível superior em Biologia, ou Biomedicina, ou Farmácia-Bioquímica, e registro profissional no órgão de classe competente. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Biologia ou Biomedicina ou Farmacologia Bioquímica – Especialidade: Citotecnologia – Graduação de nível superior em Biologia, ou Biomedicina, ou Farmácia-Bioquímica, com Especialização em Citopatologia, e registro profissional no órgão de classe competente Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Física ou Física Médica – Radioterapia Graduação de nível superior em Física ou Física Médica. Certificado de Supervisor de Proteção Radiológica em Física Médica em Radioterapia, fornecido pela CNEN. Residência em Física Médica na especialidade de Radioterapia, reconhecida pela CNRM;  ou Título de Especialista em Física Médica em Radioterapia pela Associação Brasileira de Física Médica ou Diploma ou Certificado de Conclusão de Curso de Pós-graduação Lato Sensu (Especialização) em Física Médica em Radioterapia, ambos com carga horária total de no mínimo 3.840 horas (três mil, oitocentos e quarenta horas). Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
 Terapia Ocupacional Graduação de nível superior em Terapia Ocupacional, e registro no órgão de classe. Residência ou Especialização vinculada ao contexto hospitalar ou desenvolvimento infantil ou adoecimento na infância com duração de 1 ano. Rio de Janeiro 1 (AC)
Cargo TECNOLOGISTA PLENO – K – I (ENFERMAGEM).
Remuneração: R$  4.544,05 a R$ 9,501,05.
Centro Cirúrgico e Central de Material Esterilizado Graduação de nível superior em Enfermagem. Registro profissional no órgão de classe competente. Título de mestre ou ter 3 anos de experiência comprovada na área da especialidade a que concorre. Residência em oncologia ou especialização ou titulo de especialista em enfermagem oncológica ou ter, residência ou especialização em central cirúrgico e/ou central de material esterilizado. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
CTI Adulto Graduação de nível superior em Enfermagem. Registro profissional no órgão de classe competente.  Residência em Oncologia ou Curso de Especialização em Oncologia ou Título de Especialista em Enfermagem Oncológica, ou ainda  Especialização em Centro de Terapia Intensiva ou Título de Especialista em Centro de Terapia Intensiva. Titulo de Mestre ou ter 3 anos de experiência comprovada na área de atuação a que concorre. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
CTI Pediátrico Graduação de nível superior em Enfermagem e registro profissional no órgão de classe competente.Residência em Oncologia ou Curso de Especialização em Oncologia ou Título de Especialista em Enfermagem Oncológica, ou ainda Especialização em Centro de Terapia Intensiva ou Título de Especialista em Centro de Terapia Intensiva. Titulo de Mestreou ter 3 anos na área de atuação a que concorre. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Hemoterapia Graduação de nível superior em Enfermagem. Registro profissional no órgão de classe competente.Residência em Oncologia ou Especialização em Oncologia ou Título de Especialista em Oncologia eEspecialização em Hemoterapia ou Titulo de Especialista em Hemoterapia. Titulo de Mestre ou ter, pelo menos, 3 anos na área a que concorre. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
– Pediatria Graduação de nível superior em Enfermagem.
Registro no órgão de classe competente. Residência em Oncologia ou Especialização em Oncologia ou Título de Especialista em Oncologia e Especialização em Pediatria ou Título de Especialista em Pediatria. Titulo de Mestre ou 3 anos na área a que concorre.
Rio de Janeiro 5 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Pesquisa Clínica em Oncologia Pediátrica Graduação de nível superior em Enfermagem. Registro profissional no órgão de classe competente.Especialização em Enfermagem em Oncologia ou de Residência em Oncologia. Especialização em Pesquisa Clínica. Título de Mestrado Acadêmico na Área da Saúde da CAPES ou ter, pelo menos, 3  anos na Área de Pesquisa Clínica em Oncologia Pediátrica, após a conclusão da especialização ou do recebimento do título de especialista. Rio de Janeiro 1 (AC)
Transplante de Células Tronco Hematopoéticas Graduação de nível superior em Enfermagem. Registro no órgão de classe. Residência em oncologia ou especialização ou titulo de especialista em enfermagem oncológica pela SBEO. Título de mestre ou 3 anos na área da especialidade. Rio de Janeiro 5 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Enfermagem Oncologia Graduação de nível superior em Enfermagem. Registro no órgão de classe. Residência em oncologia ou especialização ou titulo de especialista em enfermagem oncológica. Titulo de Mestre ou3 anos na área de Oncologia. Rio de Janeiro 9 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Cargo TECNOLOGISTA SÊNIOR – H – I (MEDICINA).
Remuneração de R$ 6.648,15 a R$ 13.755,75
Cancerologia Cirúrgica Nível superior em Medicina. Residência Médica em Cancerologia Cirúrgica ou em Cancerologia Clínica, e registro no órgão de classe. Título de Doutor na área Medicina em Oncologia e 6 anos de experiência após o título ou Titulo de Mestre em Oncologia na área Medicina e pelo menos 11 anos de experiência após este título ou ter, após conclusão da graduação 14 anos de experiência . Participação de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 3 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Cancerologia Cirúrgica Pediátrica Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Diploma ou Certificado de Residência Médica em Cirurgia Pediátrica, credenciado pelaCNRM ou Título de Especialista em Cirurgia Pediátrica fornecido pela Sociedade Brasileira deCirurgia Pediátrica ou Especialização em Cirurgia Pediátrica. Residência Médica em Cancerologia Cirúrgica, credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Cancerologia Cirúrgica fornecido pela AMB/Sociedade Brasileira de Cancerologia ou Especialização em Cirurgia Pediátrica Oncológica realizada em curso com duração de no mínimo 12 meses, contendo um mínimo de 1920 horas de treinamento. Doutorado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase emCancerologia Cirúrgica Pediátrica ou área correlata e 6 anos de experiência após este título ou Mestrado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Cancerologia Cirúrgica Pediátrica ou área correlata e 11 anos de experiência após este título ou ter após conclusão da graduação 14 anos em Cancerologia Cirúrgica Pediátrica. Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 1 (AC)
Cirurgia Plástica – Microcirurgia Reconstrutora Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Cirurgia Plástica, credenciado CNRM ou Título de Especialista em Cirurgia Plástica fornecido pela AMB/SBCP. Doutorado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Cirurgia Plástica ou área correlata e 6 anos de experiência após este título ou Mestrado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Cirurgia Plástica ou área correlata e 11 anos de experiência após este título ou ter após conclusão da graduação 14 anos em Cirurgia Plástica. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Cirurgia Torácica Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Cirurgia Torácica, credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Cirurgia Torácica fornecido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Torácica. Doutorado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Cirurgia Torácica ou área correlata e 6 anos de experiência após este título ou Mestrado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Cirurgia Torácica ou área correlata e 11 anos de experiência após este título ou ter após conclusão da graduação 14 anos de experiência profissional comprovada em Cirurgia Torácica. Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 1 (AC)
Emergência Pediátrica Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Pediatria em instituição credenciada na CNRM ou Título de Especialista em Pediatria fornecido pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Doutorado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Pediatria ou área correlata e 6 anos de experiência após este título ou Mestrado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Pediatria ou área correlata e 11 anos de experiência após este título ou ter após conclusão da graduação 14 anos de experiência profissional comprovada em Pediatria. Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 1 (AC)
Endoscopia Digestiva Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Endoscopia em instituição credenciada na CNRM ou Título de Especialista em Endoscopia Digestiva fornecido pela SOBED/AMB. Especialização, Treinamento ou similar (no Brasil ou no exterior) em técnicas endoscópicas avançadas (endoscopia oncológica OU ressecções endoscópicas), com um mínimo de 360 horas. Doutorado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Endoscopia Digestiva ou correlata e 6 anos de experiência após este título ou Mestrado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Endoscopia Digestiva ou correlata e 11 anos de experiência após este título ou ter após conclusão da graduação 14 anos em Endoscopia Digestiva. Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 1 (AC)
Endoscopia Peroral Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Cirurgia de Cabeça e Pescoço em instituição credenciada na CNRM ou Título de Especialista em Cirurgia de Cabeça e Pescoço, fornecido pela SBCCP. Doutorado na Área de Ciências da Saúde/Programa de Medicina, com ênfase em Endoscopia Peroral, Cirurgia de Cabeça ou correlata e 6 anos de experiência após este título ou Mestrado na Área de Ciências da Saúde, em Programa de Medicina, com ênfase em Endoscopia Peroral, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, ou correlata e 11 anos de experiência após este título ou ter após conclusão da graduação 11 anos em Endoscopia Peroral, sem prejuízo do cumprimento dos pré-requisitos descritos nos itens anteriores.  Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 1 (AC)
Oftalmologia em Oncologia Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Oftalmologia em instituição credenciada na CNRM ou Título de Especialista em Oftalmologia, fornecido pela AMB/Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Especialização em doenças da retina. Doutorado na Área de Ciências da Saúde/Programa de Medicina, com ênfase em Oftalmologia ou área correlata e 6 anos de experiência após este título ou Mestrado na Área de Ciências da Saúde/Programa de Medicina, com ênfase em Oftalmologia ou área correlata e 11 anos de experiência após este título ou ter após conclusão da graduação 14 anos em Oftalmologia. Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 1 (AC)
Pneumologia Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Pneumologia ou em Clínica Médica realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Titulo de Especialista em Pneumologia, fornecido pela SBPT ou Especialização em Pneumologia  com carga horária de no mínimo 3.840 horas. Doutorado naÁrea de Ciências da Saúde/Programa de Medicina, com ênfase em Pneumologia ou área correlata e 6 anos de experiência após este título ou Mestrado na Área de Ciências da Saúde/Programa de Medicina, com ênfase em Pneumologia ou área correlata e 11 anos de experiência após este título ou ter após conclusão da graduação 14 anos de experiência profissional comprovada em Pneumologia. Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 9 (AC)
3 (NE)
1 (PCD)
Transplante de Medula Óssea Graduação de nível superior em Medicina. Residência em Hematologia e Hemoterapia ou Cancerologia Clínica ou título de especialista em Hematologia e Hemoterapia ou em Cancerologia Clínica. Registro no órgão de classe. Doutorado na Área de Ciências da Saúde da CAPES/Programa de Medicina, na área de atuação e 6 anos de experiência correlata a área a que concorre após este título ou Mestrado na rea de Ciências da Saúde da CAPES/Programa de Medicina, em área correlata e 11 anos de experiência em área correlata a que concorre após este título ou ter após conclusão da graduação 14 anos em Transplante deMedula Óssea (TMO) em centro de referência que realize transplantes alogênicos não-aparentados. Ter coordenado e participado de projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico contribuindo com resultados tecnológicos expressos em trabalhos documentados por publicações de circulação internacional, patentes, normas, protótipos, contratos de transferência de tecnologia, laudos e pareceres técnicos. Rio de Janeiro 2 (AC)
Cargo TECNOLOGISTA PLENO – K – I (MEDICINA). Remuneração: R$ 4.544,05 a R$ 9,501,05.
Anatomia Patológica Graduação de nível superior em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Patologia. Titulo de Mestre em área correlata ou ter 3 anos de experiência comprovada em Patologia das Neoplasias.  Ter participado em projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico. Rio de Janeiro 9 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Cancerologia Cirúrgica – Ginecologia Oncológica Graduação de nível superior em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Patologia. Titulo de Mestre em área correlata ou ter 3 anos de experiência comprovada em Patologia das Neoplasias.  Ter participado em projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico. Rio de Janeiro 3 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Cardiologia / Ecocardiografia Graduação de nível superior em Medicina. Registro no órgão de classe. Especialização ou residência médica em cardiologia. Ter ainda Titulo de Mestre em área correlata ou ter 3 anos em ecocardiografia e ultrassonografia vascular. Rio de Janeiro 2 (AC)
Cirurgia de Tecido Ósseo Conectivo Graduação de nível superior em Medicina, fornecido e registro profissional no órgão de classe. Residência Médica em Cancerologia Cirúrgica ou Especialização em tumores de Tecido Ósseo e Conectivo; ou Ortopedista especializado em Tecido Ósseo e Conectivo. Ter ainda Titulo de Mestre em área correlata ou ter 3 anos em cirurgia oncológica. Rio de Janeiro 1 (AC)
Cirurgia Plástica Graduação de nível superior em Medicina e registro no órgão de classe. Residência Médica em Cirurgia Plástica, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Cirurgia Plástica fornecido pela AMB/SBCP. Mestrado na Área de Ciências da Saúde da CAPES/Programa de Medicina, com ênfase emCirurgia Plástica ou área correlata ou possuir 3 anos atuando na área, contados a partir da conclusão da especialização ou do recebimento do título. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Dermatologia Graduação em Medicina e registro no órgão de classe. Residência Médica em Dermatologia, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista fornecido pela AMB/Sociedade Brasileira de Dermatologia. Especialização em Dermatologia Oncológica.  Mestrado na Área de Ciências da Saúde da CAPES/Programa de Medicina, com ênfase em Dermatologia ou área correlata ou possuir 3 anos de exercício profissional comprovado atuando na área de Dermatologia Oncológica, considerados a partir da conclusão da especialização ou do recebimento do título de especialista. Rio de Janeiro 1 (AC)
Dermatologia – Fototerapia Graduação de nível superior em Medicina e registro profissional no órgão de classe. Residência Médica ou Especialização em Dermatologia ou título de especialista em Dermatologia.  Mestrado na Área de Ciências da Saúde da CAPES/Programa de Medicina, com ênfase em Transplante de Medula Óssea ou Fototerapia ou área correlata ou possuir 3 anos em fototerapia, voltada para o tratamento de linfomas cutâneos e doença do enxerto contra o hospedeiro após transplante de medula óssea, em centro de referência que realize transplantes alogênicos não-aparentados. Rio de Janeiro 1 (AC)
Hematologia Graduação em Medicina e registro no órgão de classe. Residência Médica em Pediatria Geral E Diploma ou Certificado de Residência Médica em Hematologia e Hemoterapia, ambas realizadas em Programas de Residência Médica credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM); 3- Mestrado na Área de Ciências da Saúde da CAPES em Programa de Medicina, com ênfase em Hematologia ou área correlata ou possuir 3 anos de exercício profissional comprovado atuando na área das Hemopatias Malignas, considerados a partir da conclusão daespecialização ou do recebimento do título de especialista Rio de Janeiro 1 (AC)
Hemoterapia Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Hematologia e Hemoterapia, realizada em Programa de Residência Médica credenciado CNRM ou Título de Especialista em Hematologia e Hemoterapia, fornecido pela AMB/Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia.  Mestrado na Área de Ciências da Saúde da CAPES, em Programa de Medicina, com ênfase em Hemoterapia ou área correlata ou possuir 3 anos de exercício profissional comprovado atuando na área de Hemoterapia, considerados a partir da conclusão da especialização ou do recebimento do título de especialista Rio de Janeiro 1 (AC)
Radiologia – Diagnóstico por Imagem Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Titulo de Especialista em Radiologia e Diagnóstico por Imagem fornecido pela AMB/Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem. Mestrado na Grande Área de Ciências da Saúde da CAPES, em Programa de Medicina, com ênfase em Radiologia e Diagnóstico por Imagem ou área correlata ou possuir 3 anos de exercício profissional comprovado atuando na área de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, considerados a partir da conclusão daespecialização ou do recebimento do título de especialista. Rio de Janeiro 9 (AC)
3 (NE)
1 (PCD)
Radiologia – Mamografia Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica ou Titulo de Especialista em Diagnóstico por Imagem. Título de mestre em Diagnóstico por Imagem ou ter 3 anos de experiência na área de Radiologia Mamária. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Cargo TECNOLOGISTA JUNIOR – L-I (MEDICINA). Remuneração R$ 4.004, 56 a R$ 8.405,16.
Urologia Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Urologia, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Urologia fornecido pela Sociedade Brasileira de Urologia; Rio de Janeiro 1 (AC)
Anestesiologia Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Anestesiologia, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista fornecido pela AMB/Sociedade Brasileira de Anestesiologia. Rio de Janeiro 10 (AC)
3 (NE)
1 (PCD)
Cancerologia Pediátrica Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Cancerologia Pediátrica, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Titulo de Especialista em Cancerologia Pediátrica fornecido pela Sociedade Brasileira de Cancerologia. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Cancerologia Clínica Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Cancerologia Clínica, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Cancerologia Clínica fornecido pela AMB/SociedadeBrasileira de Cancerologia. Rio de Janeiro 9 (AC)
3 (NE)
1 (PCD)
Cirurgia Cabeça e Pescoço Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Cirurgia de Cabeça e Pescoço, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Cirurgia de Cabeça e Pescoço fornecido pela AMB/Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Rio de Janeiro 1 (AC)
Cirurgia Vascular Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Cirurgia Vascular, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Cirurgia Vascular fornecido pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Rio de Janeiro 1 (AC)
Clínica Médica Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Clínica Médica, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM. Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Emergência Graduação em Medicina. Registro ativo no órgão de classe. Residência Médica em Clínica Médica, Hematologia ou Cancerologia Clínica, realizada em Programa de Residência Médica credenciados pela CNRM ou Título de Especialista fornecido pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica, pela Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia ou pela Sociedade Brasileira de Cancerologia. Rio de Janeiro 1 (AC)
Emergência Pediátrica Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Pediatria, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Pediatria fornecido pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Rio de Janeiro 3 (AC)
1 (NE)
Endocrinologia Pediátrica Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Endocrinologia Pediátrica, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Endocrinologia Pediátrica fornecido pela (AMB)/Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia/Sociedade Brasileira de Pediatria. Rio de Janeiro 1 (AC)
Infectologia Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Infectologia credenciado pela CNRM ou Especialização em Infectologia. Rio de Janeiro 2 (AC)
Intensiva Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Terapia Intensiva, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Medicina Intensiva fornecido pela AMIB. Rio de Janeiro 8 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Intensiva Pediátrica Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Medicina Intensiva Pediátrica, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Medicina Intensiva Pediátrica, fornecido (AMIB) / Sociedade Brasileira de Pediatria ou Diploma ou Certificado de Conclusão deEspecialização em Medicina Intensiva Pediátrica com carga horária total de no mínimo 3.840 horas. Rio de Janeiro 5 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Mastologia Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Cancerologia Cirúrgica ou Residência Médica em Mastologia realizada eminstituição credenciada pela CNRM ou Titulo de Especialista em Mastologia (TEMa). Rio de Janeiro 2 (AC)
1 (NE)
Neurocirurgia Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Cancerologia Cirúrgica ou Residência Médica em Neurocirurgia, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Neurocirurgia fornecido pela AMB/Sociedade Brasileira de Neurocirurgia. Rio de Janeiro 1 (AC)
Neurologia Pediátrica Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Neurologia Pediátrica, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Titulo de Especialista em Neurologia Pediátrica fornecido pela AcademiaBrasileira de Neurologia/Sociedade Brasileira de Pediatria. Rio de Janeiro 1 (AC)
Psiquiatria Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Psiquiatria, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Psiquiatria fornecido pela Associação Brasileira de Psiquiatria. Rio de Janeiro 1 (AC)
Radioterapia Graduação em Medicina. Registro no órgão de classe. Residência Médica em Radioterapia, realizada em Programa de Residência Médica credenciado pela CNRM ou Título de Especialista em Radioterapia fornecido pela Sociedade Brasileira deRadioterapia; Rio de Janeiro 2 (AC)
Cargo TECNOLOGISTA PLENO – K – I (EDUCAÇÃO, PREVENÇÃO E PESQUISA)
Remuneração: R$ 4.544,05 a R$ 9,501,05.
Detecção Precoce do Câncer Graduação de nível superior em Ciências da saúde e registro profissional no órgão de classe. Titulo de Mestre em Saúde Pública / Saúde Coletiva ou Epidemiologia ou ter 3 anos de experiência na área de atuação. Ter participado em projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento. Rio de Janeiro 2 (AC)
Gerenciamento de Ensaios clínicos Graduação de nível superior em Ciências da saúde e registro no órgão de classe. Titulo de Mestre em Saúde Pública / Saúde Coletiva ou Epidemiologia ou ter 3 anos de experiência comprovada na área de atuação. Ter participado em projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento. Rio de Janeiro 1 (AC)
Programas Educacionais em Saúde Graduação de nível superior em Ciências da saúde e registro no órgão de classe. Titulo de Mestre na área correlata ou ter 3 anos de experiência comprovada na área de educação em saúde. Ter participado em projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento Rio de Janeiro 1 (AC)
Gestão do Conhecimento na Área de Prevenção eControle de Câncer. Graduação de nível superior em Ciências Humanas e registro no órgão de classe. Titulo de Mestre em Ciências da Saúde ou ter 3 anos de experiência na área de atuação.Ter participado em projetos ou grupos de pesquisa e desenvolvimento. Rio de Janeiro 1 (AC)
Medicina Veterinária – Especialidade: Criobiologia Aplicada à Reprodução Animal Graduação em Medicina Veterinária  e registro profissional no órgão de classe competente.  Titulo de Mestre na área ou ter, pelo menos, 3  anos de experiência comprovada na área de reprodução animal. Rio de Janeiro 1 (AC)
Política Nacional de Controle do Tabaco Nível superior em Ciências da Saúde ou Humanas ou Sociais com registro no órgão de classe ter ainda, titulo de Mestre em Saúde Pública ou Saúde Coletiva ou ter, pelo menos, 3 anos de experiência comprovada na área de atuação. Rio de Janeiro 5 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Cargo TECNOLOGISTA JUNIOR – L-I (EDUCAÇÃO, PREVENÇÃO E PESQUISA).
Remuneração R$ 4.004, 56 a R$ 8.405,16.
Controle de Qualidade em Mamografia Graduação de nível superior em Tecnólogo em Radiologia e registro profissional no órgão de classe competente. Especialização ou Titulo de Especialista na área de atuação. Rio de Janeiro 1 (AC)
Informação em Saúde, Vigilância do Câncer, Registros de Câncer e Bioestatística Graduação de nível superior em Estatística e registro profissional no órgão de classe competente. Especialização ou Titulo de Especialista em Saúde Pública ou Saúde Coletiva ou Epidemiologia ou correlata. Rio de Janeiro 2 (AC)
Informação em Saúde; Vigilância do Câncer; Análise Epidemiológica de Indicadores da Magnitude do Câncer;  e, Registros de Câncer Graduação de nível superior em Ciências da Saúde e registro profissional no órgão de classe competente.Especialização ou Titulo de Especialista na área de Saúde Pública ou Saúde Coletiva ou Epidemiologia. Rio de Janeiro 1 (AC)

*AC = ampla concorrência, NE = negros, PCD = pessoas com deficiência

 

MINISTÉRIO DA SAÚDE/DF

– CARREIRA DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

CARGO: TECNOLOGISTA SÊNIOR – H – I – MINISTÉRIO DA SAÚDE – NÍVEL SUPERIOR
Remuneração de R$ 6.648,15 a R$ 13.755,75.
Área de Atuação Requisitos Lotação Vagas*
Desenvolvimento da Epidemiologia Graduação de nível superior em qualquer formação. Ter o título de Doutor e ter realizado por pelo menos 6 anos, após a obtenção de tal título, atividades de Saúde Pública, Vigilância emSaúde, Epidemiologia, Infectologia, Medicina Tropical, Controle de doenças infecciosas e parasitárias e/ou transmissíveis por vetores,Medicina Social, Medicina Preventiva, Informação em Saúde, Doenças Crônica, Engenharia Sanitária, Engenharia Ambiental, Engenharia de Produção ou Toxicologista, ou ter realizado, após obtenção do grau de Mestre, atividades de Saúde Pública, Vigilância em Saúde,  Epidemiologia, Infectologia, Medicina Tropical, Controle de doenças infecciosas e parasitárias e/ou transmissíveis por vetores, Medicina Social, Medicina Preventiva, Informação em Saúde, Doenças Crônica, Engenharia Sanitária, Engenharia Ambiental, Engenharia de Produção ou Toxicologista por, pelo menos, 11 anos, que lhe atribuam habilitação correspondente ou ter realizado durante, 14 anos, atividades de Saúde Pública, Vigilância em Saúde, Epidemiologia, Infectologia, Medicina Tropical, Controle de doenças infecciosas e parasitárias e/ou transmissíveis por vetores, Medicina Social, Medicina Preventiva, Informação em Saúde, Doenças Crônica, Engenharia Sanitária, Engenharia Ambiental, Engenharia de Produção ou Toxicologista, que lhe atribuam habilitação correspondente. DF 5  (AC)
1 (NE)
1 (PCD)

*AC = ampla concorrência, NE = negros, PCD = pessoas com deficiência

CARGO: TECNOLOGISTA PLENO – K – I – MINISTÉRIO DA SAÚDE – NÍVEL SUPERIOR
Remuneração: R$ 4.544,05 a R$ 9,501,05.
Área de Atuação Requisitos Lotação Vagas*
Análise e gerenciamento de projetos de obras Graduação de nível superior na área de Arquitetura, engenharia civil e afins, e registro no órgão de classe. Título de Mestre em gestão pública ou saúde pública ou matemática, ou, 3 anos de experiência. DF 3 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Monitoramento e Avaliação em Saúde Graduação de nível superior em qualquer área de formação e registro no órgão de classe. Título de Mestre em Epidemiologia ou Estatística ou áreas afins, ou, 3 anos de experiência na área. DF 3 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Tecnologia da informação com foco em sistemas deInformação Graduação de nível superior em Ciência da Computação, Tecnológico em Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou Gestão de TI ou área afim, e registro no órgão de classe. Título de Mestre em Ciências da Computação, Tecnológico em Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou Gestão de Tecnologia da Informação ou área afim ou,3 anos de experiência na área. DF 3 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Orçamento e finanças Graduação de nível superior em qualquer área de formação e registro no órgão de classe. Título de Mestre nas áreas de economia ou contabilidade ou administração ou, 3 anos de experiência na área. DF 15 (AC)4 (NE)
1 (PCD)
Políticas de assistência farmacêutica e planos de ação em saúde Graduação de nível superior em Farmácia ou Medicina e registro no órgão de classe. Título de Mestre em: Saúde Coletiva/ Pública, Epidemiologia, Gestão de Tecnologias em Saúde, Administração/Gestão de Serviços de Saúde. Experiência profissional em Saúde Pública e/ou Ciência e Tecnologia de 3 anos. DF 7 (AC)
2 (NE)1 (PCD)
Políticas e diretrizes de avaliação incorporação e gestão de tecnologias adotadas no sistema único de saúde Graduação de nível superior em qualquer área doConhecimento e registro no órgão de classe. Título de Mestre em: Saúde Coletiva/ Pública ou Ciências da Saúde, Epidemiologia, Planejamento em Saúde, Administração/Gestão de Serviços de Saúde ou Gestão de Tecnologias em Saúde, Engenharia Biomédica, Economia da Saúde, Farmacoeconomia ou Direito Sanitário/Médico da Saúde ou experiência de 3 anos na área de saúde pública ou ciência e tecnologia.  DF 4 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Gestão de tecnologias de saúde Graduação de nível superior em Engenharia Elétrica,Engenharia Biomédica ou Engenharia Mecânica e registro no órgão de classe. Título de Mestre em: Engenharia Clínica ou Engenharia Biomédica ouGestão de Tecnologias em saúde ou Experiência profissional de 3 anos na área de atuação indicada de execução de convênios e contratos.  DF 2 (AC)
Engenharia e infraestrutura Graduação de nível superior em Engenharia Elétrica ou Arquitetura e registro no órgão de classe. Título de Mestre em Engenharia Civil ou Arquitetura ou, ainda experiência de 3 anos em supervisão de projetos e obras em hospitais, laboratórios e fábricas de medicamentos e produtos para saúde.  DF 2 (AC)
Gestão de qualidade na área farmacêutica Graduação de nível superior em Química, Farmácia ouEngenharia Química e registro no órgão de classe. Título de Mestre relacionado à produção de medicamentos, IFAS, insumos, controle e/ou gestão da qualidade na área farmacêutica; ou experiência profissional de 3 anos nas áreas relacionadas à produção de medicamentos, IFAS, insumos, controle ou gestão da qualidade na área farmacêutica.  DF 2 (AC)
Planejamento e orçamento na área farmacêutica Graduação de nível superior em qualquer área de formação e registro no órgão de classe. Título de Mestre relacionado à políticas públicas, economia, administração, planejamento e orçamento; ou 3 anos de experiência profissional na  área de gestão. 2 (AC)
Medicamentos e insumos controle ou gestão da qualidadefarmacêutica Graduação de nível superior em Farmácia e registro no órgão de classe. Título de Mestre relacionado à produção de medicamentos ou IFAS, insumos ou controle e/ou gestão da qualidade na área farmacêutica; ou experiência de 3 anos nas áreas de produção de medicamentos, IFAS, insumos, controle ou gestão da qualidade na área farmacêutica.  DF 2 (AC)
Vigilância em doenças transmissíveis Graduação de nível superior na área da saúde e registro no órgão de classe.  Mestrado em Saúde Pública, Saúde Coletiva, Epidemiologia, Infectologia, Medicina Tropical, Controle de doenças infecciosas, parasitárias e/ou transmissíveis por vetores, Medicina Social, Medicina Preventiva Informação em Saúde ou Toxicologista; ou experiência profissional de 3 anos em áreas relacionadas ao cargo.  DF 22 (AC)
6 (NE)2 (PCD)
Vigilância em doenças crônicas não transmissíveis e agravos da saúde Graduação de nível superior na área da saúde e registro no órgão de classe. Mestrado em Saúde Pública, Saúde Coletiva, Epidemiologia, Medicina Social, Medicina Preventiva ou Informação em Saúde; ou experiência profissional de 3 anos em áreas relacionadas ao cargo.  DF 6 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Vigilância em saúde ambiental e saúde do trabalhador Graduação de nível superior em qualquer formação e registro no órgão de classe. Mestrado em Saúde Pública, Saúde Coletiva, Saúde do Trabalhador, Epidemiologia, Medicina Social, Medicina Preventiva, Informação em Saúde, Engenharia Ambiental, Engenharia Sanitária, Engenharia de Produção ou Toxicologista; ou experiência profissional igual ou superior a três anos em áreas relacionadas ao cargo.  DF 6 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
Sistemas de informação de saúde e análise de situação de saúde Graduação de nível superior em qualquer formação e registro no órgão de classe. Mestrado em Saúde Pública, Saúde Coletiva, Epidemiologia, Medicina Social, Medicina Preventiva, Informação em Saúde ou Estatística; ou experiência profissional igual ou superior a três anos em áreas relacionadas ao cargo.  DF 6 (AC)
2 (NE)
1 (PCD)
TECNOLOGISTA JUNIOR L – I (MINISTÉRIO DA SAÚDE).
Remuneração R$ 4.004, 56 a R$ 8.405,16.
Gestão de Políticas Públicas em saúde Graduação de nível superior em qualquer área de formação e registro profissional no órgão de classe competente.  DF 38 (AC)
10 (NE)
3 (PCD)
Gestão da informação e do conhecimento em Saúde Graduação de nível superior áreas da saúde, administração ou ciência da informação, e registro profissional no órgão de classe competente.  DF 3 (AC)
1 (NE)
1 (PCD)
Avaliação de Tecnologias em saúde Graduação de nível superior em qualquer área do conhecimento e registro profissional do órgão de classe competente.  DF 3 (AC)
1 (PCD)

*AC = ampla concorrência, NE = negros, PCD = pessoas com deficiência

Compartilhe nas redes sociais

Comentários

Topo do site
  • Redes sociais